Seguidores

terça-feira, 3 de julho de 2012

JOGAR CERTO




A vida não é um jogo onde só quem testa seus limites é que leva o prêmio. Não sejamos vítimas ingênuas desta tal competitividade. Se a meta está alta demais, reduza-a. Se você não está de acordo com as regras, demita-se. Invente seu próprio jogo. Faça o que for necessário para ser feliz. Mas não se esqueça que a felicidade é um sentimento simples, você pode encontrá-la e deixá-la ir embora por não perceber sua simplicidade.

Um comentário:

Mari Rehermann disse...

É verdade, né, Dalila! Nós podemos mudar o nosso jogo, sempre que não estivermos satisfeitos com o resultado!!

Tenha um ótimo dia!!
Beijos!!♥