Seguidores

sábado, 28 de abril de 2012

CASINHA BRANCA


Tenho andado tão sozinho ultimamente
Que nem vejo em minha frente
Nada que me dê prazer

Sinto cada vez mais longe a felicidade
Vendo em minha mocidade
Tanto sonho perecer

Eu queria ter na vida simplesmente
Um lugar de mato verde
Pra plantar e pra colher

Ter uma casinha branca de varanda
Um quintal e uma janela 
Para ver o sol nascer

Às vezes saio a caminhar pela cidade
À procura de amizade
Vou seguindo a multidão

Mas eu me retraio, olhando em cada rosto
Cada um tem seu mistério
Seu sofrer, sua ilusão

2 comentários:

Sandra mitsue Valente disse...

Oi Dalila...
Lindo seu cantinho...Ter uma casinha branca de varanda.Um quintal e uma janela para ver o sol nascer...Sonho de muitos....Venha conhecer o Meu Cantinho...Ficarei muito feliz com sua visita...
Beijos!
San....

Luciana Zanin disse...

Seu espaço é encantador e estou compartilhando dele, me faça uma visita.